Translate this Page

Arcos da Lapa
Arcos da Lapa

O bairro da Lapa, no Rio de Janeiro, conhecido como berço da boemia carioca, também é famoso pela arquitetura, a começar pelos Arcos - conhecidos como Arcos da Lapa, construídos para funcionarem como aqueduto nos tempos do Brasil Colonial e que agora servem como via para os bondinhos que sobem o morro de Santa Teresa.

O Aqueduto da Carioca é considerado a obra arquitetônica de maior importância do Rio Antigo e um dos principais símbolos da cidade. A imponente construção em estilo romano tem 17,6 metros de altura, 270 metros de extensão e 42 arcos que ligam o bairro de Santa Teresa ao Morro de Santo Antônio. O Aqueduto da Carioca foi construído em 1723, no período do Brasil Colonial, e tinha como objetivo conduzir a água do rio Carioca da altura do Morro do Desterro, atual bairro de Santa Teresa, para o Morro de Santo Antônio. A obra ajudaria a resolver o problema da falta de água na cidade. Problema este que já era antigo. Os estudos para trazer as águas do rio Carioca para a cidade começaram nos primeiros anos do século XVII, mas as obras de instalação de canos de água no Rio de Janeiro só tiveram início um século depois.

Cultura

Ponto de referência absoluta para os amantes da vida noturna, uma das características marcantes do bairro é a harmonia com que convivem as mais diversas tribos musicais. Desde os anos 1950, quando começou a ser chamada de "Montmartre Carioca", a Lapa é palco de encontro intelectuais, artistas, políticos e, principalmente, do povo carioca, que ali se reúne para celebrar o samba, o forró, a MPB, o choro e mais recentemente, a música eletrônica e o rock.

Nos últimos anos o bairro consolidou-se como o segundo maior destino de turistas estrangeiros na cidade, ficando atrás apenas de Copacabana.

O Passeio Público, a Escola Nacional de Música e a Igreja de Nossa Senhora da Lapa do Desterro são referências para o turista que quer ver uma boa amostra da arquitetura do Rio antigo. Bares como Belmonte, Taberna e Boteco do juca, Antonio´s, Arco Irís, Mas é o Benedito, etc. caíram no gosto do público, por seu cardápio diversificado.

Música

Como destaques da noite, existem os famosos Asa Branca, reduto principal do forró, os bares Semente, onde surgiram artistas como Teresa Cristina e o grupo Casuarina, Ernesto, Café Cultural Sacrilégio, além do destacado Rio Scenarium, do Bar e Restaurante Gabinete, e do Carioca da Gema, onde reinam absolutas as rodas de samba.

A Lapa possui uma infinidade de bares e casas de shows que atendem a todos os gostos. Só para se ter uma ideia da atual "efervescência" do bairro mais de 15 estabelecimentos comerciais foram abertos apenas em 2009.

Facebook 

topo